13:45 p.m.
triste.
a luz que entra pela janela dói.
contei a minha mãe que não foram só as flores que morreram, doeu mais nela do que em mim.
nenhum amigo.
Charlie disse que ainda era meu amigo.
me senti menos sozinha.

10
"

Eu admiro o que não presta
Eu escravizo quem eu gosto
Eu não entendo
Eu trago o lixo para dentro.

Eu abro a porta para estranhos
Eu cumprimento
Eu quero aquilo que não tenho
Eu tenho tanto a fazer
Eu faço tudo pela metade
Eu não não percebo
Eu falo muito palavrão
Eu falo muito mal
Eu falo muito mesmo sem saber o que estou falando
Eu falo muito bem, eu minto.

"
Marisa Monte - Tudo Pela Metade 
44

Todo dia a mesma dor
(a mesma cor)
Todo dia o mesmo voo
(o mesmo abismo)
Todo dia o mesmo som
(o mesmo sol)
Todo dia o mesmo show
(o mesmo sangue no jornal)
Todo dia o mesmo sonho
( o mesmo medo de arriscar)

Todo dia o mesmo dia, e eu sempre clamando por um inconstante infinito.

(…)

149

Não há nada de original na existência humana. Nossas vivências são cópias de momentos já presenciados por outros.

220